sexta-feira, 26 de outubro de 2007

_ every little things..

Quando um bebê escolhe sua hora de vir, sem avisos nem planos, é porque ele vem em boa hora pra mudar a vida de todas as pessoas que estão ao seu redor.

Eu fico pensando esses dias o quanto muitas vidas mudaram por causa da Louise.
Começa assim: como estaria minha vida se ela não existisse aqui dentro de mim?

Provavelmente estaria morando no centro da cidade com meu irmão ou com o namorado, e não teria investido tanto tempo e carinho na casinha onde continuamos costruindo nosso lar sossegado, rodeado de naturezas, casarões antigos e velhinhos simpáticos.

Talvez eu e o Marcos teríamos sucumbido às dificuldades de relacionamento que tivemos e cada um fosse pro seu canto, ao invés de nos amarmos mais a cada dia, superando as dificuldades pensando na nossa família, na nossa pequena e num futuro de sonhos realizados juntos..

Quem sabe eu ainda estivesse perto de alguns amigos que não se encaixaram na nossa nova vida... quem sabe estivesse ainda querendo ser uma adolescente rebelde, com picos de auto estima oscilantes, querendo me afirmar pra pessoas erradas de maneiras erradas, me enfiando em buracos pra fugir de mim mesma.
Talvez continuasse preocupada mais com que os outros pensam do que com o que realmente é válido pra minha vida.

Com certeza estaria me matando de trabalhar, fazendo tudo por um estúdio que não é meu, e nunca pensaria em investir só em mim mesma o tempo que achar necessário.
Também não estaria saindo de 'férias' em novembro pra voltar só sabe Deus quando, ié!uhú! \o/

Com certeza não teria conhecido e conversado com tantos velhinhos fofos que sentam na frente do busão.
Não teria usado essas roupas confortaveis ao invés de me esmagar denro de um jeans e coturno (ham, mas eles que me aguardem ano que vem..)

Não teria comido tanto, e com tanto prazer, coisas que me fazem bem de verdade, comidinhas feitas com carinho, pratos dignos de pedreiro, prejuízo no self service, não teria ido tanto a feira só pra beliscar muitas e muitas frutas quase a vontade, tentando adivinhar qual o desejo de fruta da semana (o pior deles foi romã, gente, não tem romã pra comprar!!!). Não teria esse gosto maravilhoso de saciar uma vontade glutona! (a próxima aquisição é o sorvete de panetonne que eu vi na padoca, eu pre-ci-so!)

Tem tanta coisa mais... como fui surpreendida pelos amigos com tanto carinho e cuidado e ciúmes e presentes e histórias.. como a família pode ser a coisa mais forte do mundo, porque é ligada pelo amor.. como é bom ver sonhos se realizando mesmo sem a gente ter planejado como quando onde e porque..

Hoje quero falar só dessas coisas.
Minha vida é outra, e tão melhor e mais completa, e Louise nem nasceu ainda! Oh!
Quase choro de pensar que esse ano novo vai ser especial, como todos os anos novos são, mas esse vai ter minha piquininha junto, awn! :,)

4 comentários:

thata disse...

ei dona mamãe!
como faço pra ver a louise aí dentro dessa barrigona antes que ela saia daí?
saudades!
bjo grande
quero te ver,nega

Heli! disse...

oi gurska! passei pra dizer que na minha casa tem pé de romã, tá? pode pedir qdo der desejo ok? Não queremos q a Lou nasça com cara de romã, né? haha bjosss

beto disse...

gurski sempre fazendo gurskices e causando gurskites agudas de dar altas risadas.

:)

Jamile disse...

Lagrimas...
E inveja do teu irmao q acabou de dizer q vai te ver hj...e eu, so Deus sabe qd vou!
bjbjbjbjbj